segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Os Olmecas

Hello,Fall,Orange



Fall,Dividers



Image and video hosting by TinyPic

O nome " Olmeca " significa " os povos de borracha " no nahuatl , a língua dos povos de Mexica (" aztec").Extraíam o latex do elastica de Castilla , um tipo da árvore de borracha da área.Não se sabe ao certo que nome o Olmeca antigo usou para se chamar Um outro termo usou-se às vezes descrever estes povos é "tenocelome", que significa "boca do jaguar." Foram eles os responsáveis pela presença da civilização urbana nesta região, difundindo seus conhecimentos por toda a Meso-América, do litoral do Golfo até o litoral do Pacífico, El Salvador e Costa Rica.
Os Olmecas construíram um grande centro cerimonial em (1250 a.C): San Lorenzo. Seus artífices levantaram uma grande plataforma com 45 metros de altura, alinhando praças rectangulares de norte a sul.

Image and video hosting by TinyPic

A arte olmeca também é surpreendente. Sabiam esculpir em jade pequenas imagens ao mesmo tempo em que faziam grandes cabeças de pedra, cujo peso foi calculado em 20 toneladas. As figuras representadas são de homens com traços (lábios e nariz) grossos. Frequentemente, esculpiam uma figura, meio homem meio jaguar, que era repetida em inúmeros objectos. A principal cidade (de que temos conhecimento) construída pelos Olmecas, foi San Lorenzo. Nela estão as cabeças colossais que devem representar seus líderes entre 1200 e 900 a.C.. A cidade disseminou sua influência tanto ao Norte como ao Sul, por meios pacíficos e belicosos. A construção dos seus monumentos demonstra que foi necessário um grande esforço para se obter o efeito monumental que desejavam. Como não conheciam a roda nem utilizavam animais para a tracção, essa energia sobre-humana foi gasta por aqueles homens que viviam nas proximidades dos centros cerimoniais e que, de alguma forma, eram obrigados a desempenhar tal esforço.

Image and video hosting by TinyPic


Por volta de 900 a.C., uma luta interna destruíu San Lorenzo e seus enormes monumentos foram aniquilados, senão totalmente, pelo menos em parte. Mas, a cultura iria reflorescer em outro lugar: La Venta. Como se vivessem num eterno desafio novas cabeças foram erguidas em La Venta, de proporções ainda maiores. As construções, dadas as suas dimensões, são admiráveis para a época. Surpreende-nos também os conhecimentos astronómicos e as habilidades nos cálculos. Os olmecas tinham preocupação de memorizar as datas dos acontecimentos que consideravam mais importantes. Assim, passavam o seu saber de uma geração para a outra. Usavam símbolos pictóricos para escrever.

Image and video hosting by TinyPic


Geralmente eles eram esculpidos em madeira, infelizmente, material perecível. Por este motivo, são raros os que sobraram para serem analisados pelos arqueólogos. Em 400 a.C., La Venta foi destruída da mesma forma que San Lorenzo. Os olmecas ficaram em Três Zapotes até 200 a.C., sem construir cabeças colossais apenas produzindo o artesanato olmeca.
Os olmecas praticavam sacrifícios humanos e o auto sacrifício.Sua economia era baseada na agricultura,onde os seus principais cultivos eram;o feijão,o milho,o cacau.Para além da agricultura também pescavam e comiam tartarugas,cães domesticados,etc.

Image and video hosting by TinyPic

Mosaico de La Venta


A importância da civilização olmeca é muito grande para nós, porque será a base para o desenvolvimento de outras civilizações. Dentre os exemplos significativos, vale a pena lembrar os astecas e os maias, que serão herdeiros capazes de repensar o calendário e a escrita olmeca.
Desconhecemos ainda as suas origens e o que sucedeu a este povo,no entanto pensa-se que terá sido absorvida por outros povos,como os zapotecas de Oaxaca e a nascente civilização maia.

Fall,Dividers

Sem comentários:

Enviar um comentário