segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Vercingétorix,Herói Gaulês

Enigmas

Vercingétorix (72 a.C. - 46 a.C.), foi o chefe arveriano do centro de França,que liderou a grande revolta gaulesa contra os romanos em 53-52 a.C. Seu nome em gaulês significa dos « o chefe supremo dos guerreiros », ou « o chefe dos grandes guerreiros ». Seu pai Celtill,foi executado por outros chefes gauleses, por tentar restabelecer a Monarquia – talvez instigado pelo irmão, um magistrado (« vergobret ») chamado Gobanitio.Durante o primeiro semestre do ano 53, aldeias são incendiadas, povos são massacrados, sobretudo entre os belgas.
César finge acreditar que a Gália está novamente pacificada, mas espera pelo pior, e este acontece em 23 de janeiro de 52, quando, na floresta de Orléans, no território dos carnutos, é decidida, por ordem dos druidas e dos chefes gauleses finalmente reunidos, numa insurreição geral da Gália,comandados por Vercingetórix.Ele enviara mensagens aos principais povos da Gália para convidá-los a se rebelarem e a se colocarem sob sua autoridade. Seus delegados foram bastante convincentes para obter a aliança de senenses, parisienses, pictos, cadurcos, turões, aulercos, lemovices, andecavos e todos os povos que vivem às margens do oceano a oeste da Gália.
Para estar seguro de sua lealdade, exige, segundo o costume, que lhe sejam entregues reféns que servirão de garantia.Excelente organizador, ele recruta soldados em cada povo, ao qual ordena a fabricação urgente de armas, dando prazos imperativos de entrega. Sabe que a cavalaria é a arma do movimento e da decisão suprema numa batalha, e zela por sua formação. Ameaça queimar vivos ou torturar até a morte os que pensarem em traí-lo.Vercingétorix obteve sucessos contra seus inimigos em parte devido à prática da "Terra Queimada" para impedir o invasor de se reabastecer. Foi o caso em Avaricum (actual Bourges), mas a estratégia de César permitiu que este obtivesse a vitória contra a coalizão gaulesa, com a ajuda logística do povo Boien. Em seguida, tentando manter sua vantagem, César sitiou Gergovie, o forte (oppidum) dos arvernos, onde ele sofreu uma severa derrota.
Vercingétorix , tenta no oppidum de Alésia a mesma operação de contorno das tropas de César que havia funcionado em Gergovie, mas César e seus homens, num trabalho remarcável de "dupla fortificação" (um muro interno cercando Alésia e um muro externo para se defender das tropas gaulesas que vieram ao socorro de Vercingétorix) conseguem a vitória.

Enigmas

O ataque das forças gaulesas exteriores ao muro foi um desastre, apesar da inferioridade numérica romana. Vendo a derrota das tropas de socorro, Vercingétorix rende-se a César para poupar seu povo. Montando um cavalo ajaezado como para um dia de batalha, vestindo ele próprio sua mais rica armadura, saiu da cidade e atravessou a galope a distância entre os dois aca pamentos, até o lugar onde estava o procônsul. Fosse poi que a rapidez da corrida o levasse muito longe, fosse porqui estivesse cumprindo apenas um cerimonial antiquado, ele girou em círculo em volta do tribunal, saltou do cavalo e tomando a espada, o dardo e o capacete, lançou-os aos pés do romano, sem pronunciar uma palavra. Esse gesto de Vercingetórix, seu brusco aparecimento, seu rosto orgulhoso e marcial causaram entre os espectadores uma comoção involuntária. César ficou surpreso e quase assustado. Guardou o silêncio por alguns instantes. Mas em seguida, explodiu em acusações e ao acabar, fez um sinal a seus hoemens para que o atassem e o arrastassem pelo acampamento. Vercingetórix sofreu em silêncio. Os lugares-tenentes, os tribunos, os centuriões que cercavam o procônsul, mesmo os soldados, pareciam vivamente comovidos. O espetáculo de um tão grande e nobre infortúnio falava a todas as almas. Somente César permaneceu frio e cruel.

Enigmas

Vercingetórix foi conduzido a Roma e lançado num cárcere infecto, onde esperou durante seis anos que o vencedor viesse exibir no Capitólio o orgulho do seu triunfo. Pois somente nesse dia o patriota gaulês haveria de encontrar, sob o machado do carrasco, o fim de sua humilhação e de seus sofrimentos. .

Sem comentários:

Enviar um comentário