quinta-feira, 15 de julho de 2010

Takht-I Sulaiman,a Cidade do Fogo Real

Enigmas

O mais Sagrado dos locais pré-islâmicos situa-se na margem de um lago sem fundo.Quem o construiu e porquê?Qual a sua relação com as Torres do Silêncio?
Na zona montanhosa do Nordeste do Irão existe um lago profundo com cerca de 100m. de largura que,de acordo com a tradição não tem fundo.Alimentado pelas fontes termais,o constante extravasar das suas águas foi construído,aos poucos,uma bacia de depósitos mirerais de paredes íngremes,que atingem mais de 40m.de altura.Conhecido hoje por Takh-i Suleiman.”Trono de Salomão”,este lago belo e misterioso,era venerado no Irão,como o mais Sagrado dos lugares antes do Islão.
A mistura do fogo e da água atraiu a este local,situado numa região vulcânica e sísmica,os antigos iranianos,os Arianos.O Lago Sagrado substituiu um outro anterior drenado por um terramoto.Os Arianos adoravam o fogo e a água,como elementos do seu Deus supremo Ahuramazda e de Anahita,Deusa da água.A terceira Divindade mais venerada era Mitra,Deus da luz celestial,objecto de um misterioso culto austero que competiu seriamente com o cristianismo,como religião oficial no último período do Império.
S Arianos consideraam a poluição dos elementos-terra,água,fogo-um grande mal e transmitiram este princípio e a utilização ritual dos altares de fogo dos Zoroastrianos.

Enigmas

Quem são os Zoroastrianos?
Durante mais de 2000 anos,a existência dos Zoroastrianos oscilou entre períodos de maior ou menor sorte.Em 1976 havia apenas cerca de 130 000 Zoroastrianos em todo o Mundo,desde a América até Hong Kong,vivendo na sua maioria,em Bombaim,na Índia,para onde se dirigiram após a invasão do Irão pelos Muçulmanos e onde são conhecidos por Parses.
Considerada como a mas antiga das religiões reveladas,o Zoroastrismo representa os ensinamentos do sábio Zaratustra,conhecido dos gregos por Zoroastro.Sacerdote ariano do Leste do Irão,pouco depois de 600 a.C. afasta-se da ortodoxia e autoproclama-se o profeta escolhido,Ahuramazda.
O Zoroastrismo acentuava o dualismo-o eterno conflito entre o Bem e o Mal,a Verdade e a Falsidade.Os Magos,originalmente membros de uma tribo que vivia no Nordeste do Irão,foram sempre encarados,ao longo da Antiguidade,como os Sacerdotes do Zoroastrismo.Os 3 Homens Sábios que se diziam terem partido de Saveh,no Irão,para testemunharem o nascimento de Jesus,em Belém,eram Magos.Desta palavra deriva a palara”mágico”utilizada outrora para denominar os ritos do Zoroastrismo.Mais tarde,esta doutrina foi substituída por outras religiões,passou simplesmente a significar “bruxaria”.

Enigmas

O Fogo Real

Quase todas as aldeias e cidades possuíam altares de fogo Sagrado onde a chama era Eterna,diziam ser para proteger o Mundo.Hoje só a localização de Atur Gushnasp,o Fogo Real ,é verdadeiramente conhecida.A sua cham Divina arde no Templo do fogo da antiga localidade de Takht-i-Suleiman.Este local foi redescoberto em 1819,pelo explorador britânico Sir Robert Ker Porter.Mas só em 1959,quando das escavações realizadas por German Arghaeological Institute,encontraram-se impressões gravadas no barro,provou-se ser o localda cidade nde o Fogo Real ardera outrora.Descobriu-se também,que era já um lugar Sagrado muito antes do seu Templo ser restaurado e de a cidade ter sido reconstruída pelo rei sassânica Cósroas I(513-79 d.C).Foi este rei que converteu este local no primeiro lugar de peregrinação do Irão.
Takht-i-Suleiman era divida em 2 partes pelo Caminho Processional que se iniciava na espectaular Porta Norte,atravessava o Templo de fogo e o altar onde ardia o Fogo Real terminava no lago.Era aqui neste altar que os reis sassânidas,após a sua coroação faziam uma peregrinação a pé para serem divinamente investidos.
Como os Zoroastrianos não cremavam os mortos(uma vez que assim contaminariam o fogo,nem enterrados para não poluíram a terra),construíram torres de silêncio ou “Dakhmes”,onde expunham os corpos ás aves de rapina e ao Sol,no cimo das torres.
Esta cidade religiosa era conhecida pelos Árabes pelo nome de Shiz e pelos Mongóis por Saturiq.Mas o Fogo Real foi extinto e este espectacular Lugar Sagrado converteu-se no actual desolado amontoado de ruínas.

Sem comentários:

Enviar um comentário