segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

A Senhora do Mali

Africa

O Djalon,uma base enorme de blocos de arenito,é uma das quatro regiões que dividem a Guiné-Conacri,os outros três ficam à beira-mar(uma das quais que hospeda a capital Conakry),e as outras são planícies ao Norte e colinas a Sudeste,um país com uma área um pouco maior que a Grã-Bretanha.É uma região de clima relativamente frio, onde a precipitação é elevada na floresta,inevitavelmente,reivindicando as suas áreas danificadas com os vestígios do colonialismo e dos tempos modernos, onde as estradas de acesso,incentivam a circulação de passageiros,a penetração da agricultura e a exploração madeireira que ,gradualmente,reduzem a densidade da floresta na região.
O Djalon era o local do povo do Mali,conhecida informalmente como Villa Mali Mali Ville-ou-para evitar confusão com o país vizinho com o mesmo nome. Este é o último ponto de paragem antes de chegar ao nosso destino final,uma valiosa base de operações para os caminhantes de todo o Mundo que se dedicam a explorar e desfrutar das belezas da natureza e da bela paisagem circundante.
Uma vez instalados no acolhedor Mali Ville,na coroa do vasto planalto do Djalon,a cerca de 590 kms. de Conakry,retomamos a nossa viagem de curta distância;sete km. ao norte dessa população ,aguarda-nos o alto monte Loura (ou Tamgué)superior a 1500 metros que imediatamente se percebe á distância.
E a poucos km do Monte,descemos do nosso transporte rústico,e começamos a nossa viagem a pé com curvas de um caminho sinuoso,mas,de repente, vislumbramos na encosta íngreme,uma silhueta inconfundível surgida a partir da rocha(que foi o motivo desta viagem,por meia Guiné);a Senhora,a Rainha,a Deusa,a misteriosa "Senhora do Mali"... Finalmente estamos literalmente a seus pés!!!
É uma visão emocionante,inesquecível;de beleza e majestade serena,mostrando-nos o perfil do seu rosto,com o corpo envolto numa espécie de manto real...
É esculpida em alto-relevo sobre a superfície limpa de uma parede de granito com a cabeça,precisamente detalhada,cobrindo cerca de 25 metros.Mas é evidente o "fracasso" com o resto do corpo,que mostra-nos cada vez menos detalhes.
Segundo a lenda local,a Senhora foi uma mulher infiel a quem Deus condenou, transformando-a numa estátua após trair o marido...algo que parece altamente improvável dado o orgulho e a atitude regea ...
Muitas perguntas se formulam...
Deusa?Rainha?Qual a origem desta maravilhosa mulher cujas características,indo-europeias na aparência,são tão diferente dos grupos étnicos que caracterizam a região?
Quando teria sido esculpida e porquê?
Muitas perguntas e poucas respostas!!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário