quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

A Hispânia Romana

Como continuação do artigo anterior e já que muita gente não sabe muit sobre este tema,vou falar um pouco da Hispânia Romana e logo a seguir sobre Viriato,chefe Lusitano...



Iberia


Hispânia;

Hispânia(em latim Hispania)foi o nome dado pelos antigos romanos a toda a Península Ibérica;Portugal,Espanha,Andorra,Gibraltar e uma pequena parte a sul da França. Durante a república Romana a Hispânia foi dividida em duas províncias;Hispânia Citerior e a Hispânia Ulterior.Durante o Principado,a Hispânia Ulterior foi subdividida em duas novas províncias;a Bética e a Lusitânia,enquanto a Hispânia Citerior foi rebaptizada para Tarraconense.Mais tarde,a parte ocidental da Tarraconense foi desanexada,inicialmente como Hispânia Nova,depois rebaptizada como Callaecia(ou Galécia,correspondente à actual Galiza,a Norte de Portugal,Astúrias e parte de Leão).Durante a tetrarquia do Imperador Diocleciano(284 d.C.),o sul da Tarraconense foi desanexado para constituir a província Cartaginense,de Anibal.O conjunto de todas as províncias Hispânicas formavam uma única diocese civil,sob a direcção do vigário de Hispaniae,cujas competências se estendiam também à Mauritânia Tingitana(ao redor de Tânger)que,portanto,eram oficialmente consideradas "hispânicas".
A ocupação Romana teve início a 218 a.C.com o desembarque dos romanos em Ampúrias e terminou em meados do século V d.C.,altura em que toda a Península assistiu à invasão dos Suevos,Alanos e Vândalos e,mais tarde,dos Visigodos.Ao longo deste período de cerca de 700 anos tanto os povos como a organização política do território sofreram profundas e irreversíveis mudanças,e a Hispânia converteu-se numa parte fundamental do Império Romano,proporcionando-lhe um enorme caudal de recursos materiais e humanos,ao mesmo tempo que foi uma das regiões mais estáveis do Império.
O nome "Hispânia"é latino,cunhado pelos romanos(Hispaniae),embora o território já fosse conhecido pelos Gregos como Ibéria.Consequentemente,a historiografia tem algum cuidado na utilização dos termos Iber ou Hispanus,já que a utilização de cada um,em referência aos Povos Ibéricos,transporta consigo diferenças temporais e sociais. A literatura Romana emprega sempre o nome "Hispânia",citado pela primeira vez pelo poeta Quinto Ennio,em 200 a.C.,enquanto que a literatura grega emprega sempre o nome "Ibéria".


Iberia


Sabe-se que os Fenícios e os Cartagineses se referiam à Península Ibérica pelo nome de "Span" ou "Spania" tendo como significado "oculto"(país escondido e remoto).Os Gregos chamaram à península Ophioússa,que significa "terra de serpentes",e só mais tarde alteraram o nome para "Ibéria" porque,segundo parece,"iber" era uma palavra muito utilizada pelos habitantes da Península,que é um vocábulo geográfico,embora não se possa associar concretamente ao rio Ebro pois também era usado em regiões mais distantes,como a actual Andaluzia.Alguns linguistas colocam a hipótese de significar simplesmente "rio",embora na realidade não se possa ter a certeza.
Grande parte do conflito das Guerras Púnicas teve lugar na Península Ibérica,com o triunfo dos Romanos.Durante a subsequente invasão, os Romanos mantiveram o nome usado pelos Cartagineses,Ispania,ao qual,mais tarde, adicionaram um H,tal como fizeram com "Hiberia".Esta foi a primeira província romana a ser invadida e a última a ser totalmente dominada,já sob César Augusto.
Ocasionalmente era chamada de Hesperia,"a terra do oeste",pelos autores romanos. Outra teoria deriva o nome de uma palavra basca, Ezpanna, que significa "fronteira".

Gold




Este E-book foi feito por mim e explica mais em pormenor,esta história.Também está colocado nas Páginas do Blog...Se o Link se quebrar,digam-me para eu o repôr.

Para baixar o E-book basta clicarem no Meu Banner...Boas Leituras!!!


"Hispania e Viriato"

de

Enigmas da Cris

Enigmas da Cris



Sem comentários:

Enviar um comentário