quinta-feira, 25 de agosto de 2011

A Pirata Charlotte de Berry

Piratas

Charlotte de Berry nasceu na Inglaterra em 1636.Ao fim da sua adolescência, ela se apaixonou por um marinheiro e, contra a vontade dos seus pais,casou-se com ele e a sua carreira começou quando ela vestida como um homem seguiu o marido para a Marinha Real.
A sua verdadeira identidade foi descoberta por um oficial que mantinha esse conhecimento para si mesmo, querendo de Berry. Ele atribuiu ao marido os trabalhos mais perigosos, que sobreviveu graças à ajuda da sua esposa. O oficial finalmente acusou o marido de Charlotte de motim,sendo ele considerado culpado com base na palavra de um oficial contra a de um marinheiro comum. Ele foi punido com a flagelação pela frota, que, como o oficial que esperava, o matou. O oficial então,tentou avançar para Charlotte,e que ela recusou de todas as formas.E a primeira vez que o navio atracou numa doca,ela matou o oficial,voltou a vestir-se como uma mulher e trabalhou nas docas.
Enquanto de Berry trabalhou nas docas, um capitão de um navio mercante viu-a e a raptou. Ele forçou de Berry a casar-se com ele e levou-a na sua viagem à África. Para escapar do seu novo marido, que era um estuprador e brutal tirano, de Berry ganhou o respeito da tripulação e persuadiu-os a um motim. Como vingança, ela decapitou o seu marido e tornou-se capitão do navio.


Piratas

Depois de anos de pirataria, de Berry apaixonou-se por um Espanhol e casou-se com ele. No entanto, eles naufragaram e o seu marido junto com alguns da tripulação,morreram(dizem que devido ao canibalismo), deixando-a arrasada. Os sobreviventes da sua tripulação foram resgatados por um navio Holandês, e quando esse navio foi atacado por Piratas,bravamente defenderam a sua tripulação de resgate. Enquanto se comemorava a vitória, Charlotte atirou-se ao mar, a fim de se juntar ao marido morto,mas ninguém sabe se ela sobreviveu ou não.

Sem comentários:

Enviar um comentário