quarta-feira, 10 de agosto de 2011

A pirata Irladesa,Grace O'Malley (Granuaile)

Piratas

Grace O'Malley nascida em 1530 (ou Gráinne Ní Mháille em gaélico) era um membro da nobreza Irlandesa, filha de Eoghan Dubhdara Ó Máille, chefe do Clã Ó Máille. Contra os padrões da época assumiu após a morte do pai a liderança do seu Clã e comandou pessoalmente um grupo de 200 marinheiros desde a costa de Galway, tornando-se na mulher pirata mais reconhecidoa da sua época.
Gráinne desde a sua infância era uma criança espirituosa e muito aventureira, ao ponto de pedir ao pai e irmão para os acompanhar nas suas campanhas militares no mar, situação que causou o riso geral do clã, o pai simplesmente alegava,ironicamente, que não a poderia levar pois o seu cabelo ficaria preso nas cordas do navio, em protesto e para embaraçar o pai, Gráinne cortou o cabelo tão rente que passaram a chama-la Gráinne Mhaol (do gaélico maol que quer dizer alguém careca ou com pouco cabelo) e devido a esse acto o nome tornar-se-ía na alcunha que passaria a usar e pelo qual seria reconhecida até ao fim da vida, Granuaile.
As proezas de Gráinne foram confirmadas, e não há dúvida que ela fez uma impressão nos homens ingleses enviados para completar a conquista de Connacht, pela qual Gráinne lutava. Sir Henry Sidney em Galway, descreveu-a como “o Capitão mais conhecido” e “a mais notável mulher de toda a costa irlandesa”.
Em 1593 Gráinne encontrou-se com a rainha Isabel I em Londres, por esta se recusar a responder aos seus apelos para libertar o irmão e o filho. Como parte do acordo Gráinne abdicou da vida de pirata e dos ataques aos ingleses e assim a Rainha (temida por muitos) assegurou a libertação do filho e do irmão de Gráinne, e prometeu o sustento de Gráinne para o resto da sua vida. Gráinne é até hoje lembrada com grande carinho e orgulho pelos irlandeses, apesar de na época muitos dos seus rivais apontarem-lhe o dedo como traidora, por ter feito um acordo com a Rainha Isabel I, pela libertação do filho e do irmão.
Muitas lendas e até canções foram feitas dedicadas a Gráinne um desses exemplos é a musica “Oró Sé do Bheatha 'Bhaile” uma musica que até ao inicio do século XX era usada como hino entre os rebeldes irlandeses contra a opressão inglesa!!!
Esta foi dos poucos piratas famosos que abandonou o mar e morreu em Paz na sua própria cama, contudo, onde ela foi enterrada,é até hoje,um mistério...

Sem comentários:

Enviar um comentário