quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Estaria em Portugal o Tesouro dos Templários???

Europa

Um documento, apreendido pelas tropas de Napoleão depois de terem invadido a cidade de Roma, em 1809 e escrito por Gérard de Sede,descrevia o testemunho de um templário, de nome Jean de Châlons aludindo a “três carroças de palha puxadas por cinquenta cavalos que haviam saído, na quinta-feira, 12 de Outubro de 1307 (a véspera da prisão dos Templários), do Templo de Paris, conduzidas por Hughes de Châlons, Gérard de Villers e cinquenta outros cavaleiros, transportando "Totum Thesaurum Hugonis Peraldi (Hugo de Pairaud, o grande Visitador de França)“.
O mesmo Templário afirmava que o conteúdo das três carroças teria sido embarcado no porto Templário de La Rochelle e seguido em 18 navios dos Templários com destino desconhecido, mas que, certamente seriam paragens mais amistosas para a Ordem do que as de França…Poderia ter sido o porto de Templários do Baleal (Peniche),já que o Rei D.Dinis deu as boas vindas a todos os Cavaleiros fugidos de França e a sua recusa sistemática à Santa Sé quando esta tentou estender a Portugal os processos que incendiavam França????
Teria sido este tesouro composto,também,por mapas antigos, informações geográficas e documentos que puderam depois ser usados na “Escola de Sagres” e no começo do processo dos Descobrimentos Portugueses????
Seriam estes documentos e ensinamentos perdidos o cerne da mensagem do “Espirito Santo” que Dom Dinis depois se esforçou por disseminar e que iria até onde fossem todas as naus das Descobertas e da Expansão???
Bem,o que sabemos é que de facto os Cavaleiros fugiram para Inglaterra e Portugal...que esses Cavaleiros formaram a nossa Ordem de Cristo e que asteavam nas velas das Naus e Caravelas Portuguesas,sendo sabido que a maioria dos homens que nelas íam,pertenciam a esta Ordem...
Muito existe para Descobrir e Entender,em Portugal,sobre as pistas que eles nos deixaram nos locais onde se estabeleceram...um dos mais enigmáticos,e que já aqui me referi,é a Quinta da Regaleira,em Sintra.

Sem comentários:

Enviar um comentário