quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Os Povos Galaicos

Image and video hosting by TinyPic


Os Galaicos (também conhecidos como Calaicos, Callaeci - em Latim - e Kallaikoi - em Grego) eram um conjunto de tribos Celtas que habitavam o noroeste da Península Ibérica,correspondendo,hoje em dia,ao espaço geográfico que engloba o norte de Portugal, a Galiza, as Astúrias e parte de Leão. São a base etnológica principal destas regiões.

Esres Povos Antigos travaram grandes batalhas com os Romanos durante longos anos e foram subjugados política e militarmente por estes, comandados por Decimus Junus Brutus, que pela proeza de os derrotar, tomou o Cognome de "o Galaico". A designação da tribo vem da batalha entre Galaicos e Romanos que ocorreu na cidade de Cale (que alguns historiadores sítuam em Gaia e outros no que hoje é Porto) e celebra a forte resitência dada por este povo aos Romanos que, ao reconhecerem a sua valentia, estendem a designação às restantes tribos do noroeste Peninsular. Foi então,criada a divisão administrativa da Gallaecia, tendo como limites o Douro - a sul; o Atlântico - a oeste e a norte; e a Tarraconensis. A Gallaecia (Galécia) estava dividida em três conventos;a Galécia Lucense, a Galécia Bracarense e a Galécia Asturicense. A sua capital era Braga.
A divisão correspondia à divisão feita às tribos que a compunham: os Ártabros, a norte; os Gróvios, a sul; e os Astures a oeste.


Image and video hosting by TinyPic

Uma antiga referência aos Galaicos pode ser encontrada no épico "Punica", de Silius Itallicus, no séc. I.

"A rica Galécia envia os seus jovens, sábios na leitura das entranhas das bestas - que entoam agora cânticos na sua língua nativa, enquanto pousam os pés ao ritmo das suas danças, fazendo o chão ranger, acompanhados do som das suas gaitas-de-fole."

No século V chegam os Suevos, os Vândalos e os Alanos. Os primeiros formam o Reino Suevo da Gallaecia, mantendo a capital em Braga.
Este foi o primeiro reino medieval europeu, após a queda do Império Romano do Ocidente. Este reino durou cerca de duzentos anos, até à chegada dos Visigodos que, aproveitando-se das lutas de sucessão ao trono dos primeiros, tomam o reino, dando, no entanto, autonomia aos Suevos. Adoptam o Romano falado na época, em detrimento da língua Germânica. Os nomes dos habitantes mantêm-se na sua língua e hoje em dia ainda grande parte dos nomes no meio rural são de origem Germânica.
A influência dos Germanos é também evidente na toponímia.
O território da Gallaecia foi tomado pelos Muçulmanos,por volta de 750 e passados cinquenta anos, a maior parte do território estava já reconquistado.
Após tomadas e perdas sucessivas de cidades, o Porto é definitivamente conquistado em 850, por Vímara Peres. Com a fundação do condado Portucalense, houve uma cisão no Reino da Galiza. A sua parte norte (Galiza Lucense) mantém-se independente, enquanto que a sua parte sul (Galiza Bracarense) inicia uma expansão a sul. Mais tarde, a Galiza Lucense é incorporada no Reino de Leão e posteriormente no Reino de Leão e Castela, após união das duas coroas.
Hoje em dia, os habitantes destas regiões são denominados Galegos, com excepção dos Asturianos e dos Leoneses.

Sem comentários:

Enviar um comentário