terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

A Expansão Portuguesa

Ibericos
A Expansão Maritíma;
Os Portugueses foram os primeiros na expansão ultramarina Européia, no início do século XV do reinado de D. João I. As viagens marítimas foram estratégias para encontrar caminhos alternativos para as Índias, antes usava-se o Mediterrâneo, então dominado pelas cidades-estado italianas de Génova, Veneza e Amalfi.
Os Portugueses queriam ir até ás Índias,em busca das especiarias, disputadas a preço de ouro na Europa. Enquanto isso a França e a Inglaterra resolviam questões feudais respectivamente nas guerras dos Cem Anos e das Rosas.Assim,ocuparam Ceuta,em 1415,em 1418 as ilhas da Madeira,em 1427 as ilhas dos Açores.


Navegadores
Mas numa expedição organizada por D. Henrique, o Navegador, herdeiro de D. João I,conquistaram o Litoral Africano.
As constantes jornadas de feitorias e fortalezas consolidaram a presença Lusa na África,o que impedia a ação de concorrentes e garantia o ouro, escravos, malagueta, algodão e outros produtos.

Navegadores
A viagem do Atlântico ao Índico era perigosa ,com muitos tufões, tempestades, doenças e combates com os nativos.Numa expedição, perder metade das embarcações era normal.
Os Navegadores Lusos também navegaram o Índico, chegando à Indonésia, à China e ao Japão...hoje em dia há indícios que foram os Portugueses,nestas suas viagens que descobriram a Austrália e não os Ingleses,como sempre se supôs.
Portugal passou a ser um Império tricontinental, com diversos domínios na África, na Ásia e na América do Sul.
Enquanto isso, a Espanha também tentava chegar às Índias pelo Ocidente e para isso,os Reis espanhóis Fernando II e Isabel I contrataram os serviços de Cristóvão Colombo, que comandou quatro expedições e no final descobriu a América(a América foi descoberta pelos Vikings,e aí fundaram a sua colónia...).

As Colónias;
Na primeira metade do século XV contornando a África,os Portugueses foram demarcando o caminho com feitorias e portos pelo Litoral Oeste.
Organização política não havia nessas Colónias, apenas áreas portuárias para assegurar o direito dos traficantes de escravos. Como o objetivo era chegar à Ásia, não havia interesse da Coroa em explorar o interior dessas localidades Africanas, muito menos promover o desenvolvimento da Religião.


Navegadores
Na Ásia, entre 1498 e 1499, o Navegador Português Vasco da Gama, iniciou o processo de Colonização. Logo depois, os Espanhóis tomaram as Filipinas, de onde só saíram em 1898.

A Religião;
Quem controlava o culto, a Religião, a catequização dos Indios, a educação e a moral era a Igreja Católica.
Em 1534, o Jesuíta Inácio de Loyola, fundou uma Sociedade para proteger o Catolicismo da Reforma Protestante na Europa e difundir a Religião nas novas terras.
Em pouco tempo, a companhia de Jesus se tornaria a mais influente instituição Religiosa em Portugal e nas Colónias. Os primeiros representantes da Sociedade desembarcaram no Brasil comandados pelo padre Manuel da Nóbrega, em 1549, para evangelizar os Nativos e educar os Colonos.

Navegadores
Entre os séculos XVII e XVIII, os Jesuítas fundaram colégios, construiram escolas e estabeleceram reduções,também chamadas de Missões, essas comunidades reuniam Indios Seminómadas. Os Religiosos ensinavam os princípios Cristãos e preservavam os Indígenas da Escravização Colonial.

Sem comentários:

Enviar um comentário