segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

O Meteorito Que Arrasou Sodoma e Gomorra

Photobucket

É tema recorrente da Ciência tentar desvendar os Mitos fundadores da Religião Católica, muitas vezes carregadas com base Histórica ou Geográfica.Um desses exemplos é no que toca a Sodoma e Gomorra, símbolos do pecado e perversão destruída por Deus em Génesis com uma tempestade de fogo e enxofre.
Cientistas da Universidade de Bristol afirmam agora,que estivesse Deus ou não por meio, Sodoma e Gomorra foram destruidas por um Meteorito e colocam a data do impacto com insólita precisão em 29 de Junho de 3123 anos aC.Esta é uma dedução tirada de uma tábua de argila em exibição numa das salas do Museu Britânico.
O objeto,resgatado no século XIX,das ruínas do palácio de Nínive pelo Arqueólogo Vitoriano Henry Layard, está datado no 700 aC. Em forma de escudo inclui um texto escrito com caracteres Cuneiformes. Até agora, ninguém fora capaz de o decifrar.
Na verdade, houve um excêntrico Historiador anos atrás que se gabava de o ter feito e afirmou que era a prova de um encontro Alienígena. Desta vez,no entanto, parece que os Cientistas decifraram o Enigma e dizem que não é senão a reprodução Assíria do texto de um Astrónomo Sumério escrito no quarto milénio aC.
Os responsáveis ​​pelos achados foram Alan Bond, director de uma empresa Espacial, e Mark Hempsell, professor de Aeronáutica na Universidade de Bristol.

"Os trabalhos anteriores sobre este assunto,não produziram quaisqueres resultados. Este é um grande avanço e encaixam as peças tão bem que eu acho que nós temos a prova definitiva. "

No mínimo, a nova análise sugere que um Asteróide atingiu a Terra nessa data distante, embora não necessariamente prove a destruição de Sodoma e Gomorra. Em qualquer caso,tira qualquer duvida acerca da proliferação de Lendas Apocalípticas na época de todas as Culturas da bacia do Mediterrâneo. Pelo menos 20 histórias diferentes de acordo com Hempsell que surgiram a partir do impacto do Meteorito.


Photobucket

Uma Coluna de Fogo

Um impacto que os pesquisadores situam nos Alpes Austríacos, longe da bacia mesopotâmica e que poderia explicar outro Mistério que tem intrigado os Geólogos de todo o Mundo;o deslocamento enorme de terra ao longo da aldeia alpina de Koefels.
Os Investigadores, que usaram um programa de computador poderoso para decifrar o aspecto do céu no dia do Cataclismo, garantiram que o Meteorito gerou uma coluna de fogo que caiu sobre o Mediterrâneo e bateu em algum lugar no Sinai ou no Oriente Médio,o que explicaria a recorrência do Mito Apocalíptico nas culturas do Crescente Fértil.

Sem comentários:

Enviar um comentário