sexta-feira, 30 de março de 2012

A Espantosa Muralha de Adriano

Photobucket

Uma das mais emblemáticas construções deixadas pelos Romanos na Grã Bretanha é sem dúvida a Muralha de Adriano.Foi uma estrutura construída para dar proteção ao Império Romano,contra as tribos que habitavam a Escócia;os Pictos e os Escotos (denominados de Caledónios pelos Romanos),numa tentativa de prevenir as constantes investidas militares destes povos.


Photobucket

Com cerca de 118 quilómetros de comprimento ligando o actual Mar do Norte (na foz do Rio Tyne / Newcastle) até ao Mar da Irlanda (zona oeste da Cúmbria),foi construída durante 6 anos pelos próprios soldados Romanos de serviço na região que utilizaram como materiais de construção vários milhões de toneladas de pedra, terra e madeira retirados ao longo dos terrenos circundantes à obra e ficou pronta no no 126.
Muitos territórios e povos foram conquistados pelos Romanos,na incansável ambição de Roma. Toda essa grande área para se controlar acarretava naturalmente na vulnerabilidade, o que preocupava muito os governantes.
Durante o século II, Roma estava, como de costume, em expansão militar pelo Continente Europeu, conquistando novos territórios. Foi o Imperador Adriano que percebeu a inviabilidade de manter a expansão do Império em todas as direções e para controlar as ameaças nas fronteiras já existentes, Adriano optou por interromper a expansão e manter o que já era de posse de Roma sob controle.

Photobucket

Adriano ordenou a construção de uma muralha com uma estrutura defensiva capaz de prevenir contra as investidas militares de tribos que habitavam a região da Escócia, pois era a localidade que determinava o limite ocidental do Império Romano comandado por Adriano.
Seu projecto de construção determinava que cada Centúria(100 homens comandados pelo Centurião.) era obrigada a levantar a sua parte da muralha. A muralha foi finalizada apresentando 4,5 metros de altura e 2,5 metros de largura, sendo que ainda havia no seu topo uma estrada com um metro de largura para facilitar a comunicação e os transportes. A extensão da muralha era intercalada por torres de observação e quarteis para as tropas de guarnição.
Ainda hoje se encontram Castelos e Atalaias, que chegaram a movimentar então mais de 18.000 soldados,sendo um dos locais mais visitados por turistas.


Photobucket


Um dos filmes que mais gostei,ultimamente foi"The Eagle",com o fantástico Channing Tatum,que protagoniza um Centurião que cai em desgraça e neste filme entende-se como os Romanos viviam nesse tempo,vislumbra-se a Muralha e claro,os temidos Povos da Escócia.Aconselho que vejam é sem dúvida um Épico a não perder!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário