quinta-feira, 14 de junho de 2012

As Minas de Salomão,Finalmente Encontradas?

 
A Bíblia diz que o rei Salomão foi um Rei judeu, além de ser Justo e Sabio, conduziu o seu povo á prosperidade , talvez através algumas minas de ouro Lendárias que fizeram dele um Rei Rico e Poderoso.  
Mas recentemente, uma equipa Internacional de Arqueólogos descobriu que essas minas realmente existiram, mas não eram de ouro e sim de cobre.A Descoberta foi feita por Thomas Levy, da Universidade da Califórnia (EUA) e o seu colega Mohammad Najjar, Amigos da Arqueologia, na Jordânia.A sua equipe encontrou em Khirbat en-Nahas (ruínas de cobre em Arabe),na Jordânia,o bairro Faynan ,com indicações claras e precisas de que por volta de 3.000 anos atrás existiam algumas minas grandes e uma indústria de fundição de cobre, que poderia muito bem ter servido ao Rei Salomão como o fornecimento de um metal para armas e ferramentas.
Levy acredita que as minas por serem de tão grande profundidade,os seus trabalhadores habitavam nelas,apenas vindo ao de cima nos Fins de Semana e por isso poderiam ser escravos e não trabalhadores pagos.O local havia sido escavada na década de 1930 pelo Americano Nelson Glueck, que afirmou que em Faynan eram  as verdadeiras Minas do Rei Salomão, mas as escavações mais amplas na área não foi retomadas até 2002.Só apartir daí é que Descobriram,numa área de 10 hectares, em mais de 6 metros de profundidade resíduos e as ruínas das antigas minas.As mais recentes descobertas na campanha de 2006,foi um escaravelho e um amuleto Egípcio,que  juntamente com a datação por radiocarbono , colocam a idade de ouro de Khirbat en-Nahas no século X A.C, o que confirmaria o relato Bíblico dos Reis David e Salomão.Ou seja, as minas funcionaram 3 séculos antes do que se pensava.  
Os Pesquisadores documentaram um pico de actividade das minas no século IX A.C, e isso também dá razão á história do Reino de Edom, uma Nação irmã dos Israelitas,que segundo a Bíblia, alcançou grande poder ao sul do Mar Morto, onde se situa,precisamente, o distrito de Faynan.
O palpite de Levy é que eram os Edomitas que eram donos das minas e que por comercializavam depois com os Israelitas.Dessa forma se explicaria a incrivel riqueza e poder que tinham e que deram azo na construção de Petra,a sua cidade.Por isso não seriam uma simples Tribo como se pensava,mas também um Reino!!!
Thomas Levy encontrou uma centena de edifícios e uma Fortaleza no meio de uma grande área coberta por residuos negros,(lixo do cobre oxidado) visíveis do espaço.
A análise por radiocarbono da madeira e sementes encontrados no local, analisadas em Oxford por Thomas Higham, confirmam que as minas estavam trabalhando no momento dos antigos Reinos de Israel e Edom. 

No entanto cauteloso diz;
  
“Nós não temos prova de que encontramos as minas de Salomão, mas o que temos é a prova de que havia reinos no século 10.”



Sem comentários:

Enviar um comentário