sábado, 9 de junho de 2012

A Descoberta de Um Canhão Português na Australia

   
Em Janeiro de 2010 um rapaz de 13 anos encontrou numa praia do norte da Austrália o que pode ser um canhão pedreiro como os que eram utilizados nos navios Portugueses do século XVI. Uma descoberta que pode ajudar a provar que os Portugueses estiveram na Austrália no mesmo período em que ocuparam Timor,o que levantará polémica já que tanto Holandeses como Ingleses,afirmam que foram eles que a descobriram...A peça está a ser analisada no Museu de Darwin.   
A Descoberta foi feita quando as marés estavam excepcionalmente baixas. Christopher Doukas, natural de Darwin, conseguiu andar pela costa até Dundee Beach, a uma distância de duas horas de carro, e foi aí que encontrou o canhão, que se pensa ter 500 anos. O pai ajudou-o a levar a arma para casa, onde descobriram que era feita de bronze.
Em Julho do ano passado, a mãe do rapaz, Barbara, contactou o museu de Darwin para dar conta da descoberta. Mas só agora, e depois de Barbara ter falado com o Ministério Público local, é que o museu pediu para investigar o canhão. 
Christopher descobriu na internet que um objecto similar foi vendido por 8000 libras (9 669 euros), por isso, confessou à agência noticiosa australiana AAP, que gostaria também de vender a sua Descoberta a um museu.
Portugal ocupou Timor, em 1515, mas a possibilidade dos nossos exploradores terem viajado no início do século XVI mais cerca de 700 quilómetros, até à costa norte da Austrália, ainda está á espera de se  provar. Embora alguns mapas Franceses desta época  a parte norte da Austrália, o que poderá ser uma evidência de que os Exploradores Lusos chegaram aí nesse período.

Sem comentários:

Enviar um comentário