sábado, 22 de setembro de 2012

O Robin Hood da Eslovenia...

 Nesta impressionante Castelo,escavado na montanha a 123 metros de altura,morreu o Barão Erazem Lueger. Segundo a Lenda, o Barão tornou-se um fora da lei como Robin Hood, dirigindo emboscadas hábeis na floresta e nas estradas para apreender os bens dos ricos, e depois dividir o saque entre as famílias pobres.

Durante a guerra entre o Rei da Hungria e da Boémia, Matias Corvinus, e o Imperador do Imperio Sacro Germanico, Frederico III, o Barão decidiu apoiar o primeir. A Lenda diz que Matias era um bondoso e justo Governante que se importava com os necessitados. Dizia-se que ele costumava vestir-se como um Plebeu,para vigiar os Barões e os juízes para comprovar que  a justiça era feita para com as pessoas mais pobres. Isso lhe valeu o título de "Matias, o Justo". Mas, na actualidade, acredita-se que se o Monarca realmente tivesses usado disfarces para passar despercebido era para espionar os seus servos e os governadores,garantindo que eles não o íam trair aliando-se aos Turcos.
 
 A Lenda narra que o Barão Erazem  e o rei Matias, unidos pela sua preocupação com o povo e com a prosperidade da Hungria, tornaram-se Aliados contra o "Malvado"Imperador Germanico. 
Mas, certamente, hoje em dia, o conceito de bondade é muito diferente do dessa altura, porque Matias Corvinus também se aliou a Vlad Dracula (o personagem pelo qual Bram Stoker se inspirou para criar o Famosos Conde Drácula), que em 1462,mandou ao Rei Hungaro dois sacos grandes com orelhas, narizes e cabeças de inimigos Turcos com uma carta na qual ele relatava que o seu exército tinha acabado com mais de 24.000 prisioneiros, sobretudo Turcos, que empalava junto com  as suas famílias  chamado "Bosque dos Empalados".Vlad odiava os Turcos,como sabemos,devido ao seu Cativeiro de 12 anos e foi devido aos empalamentos que ficou conhecido como Tepes(Empalador).

Em 1484 Frederico III ordenou a prisão do Barão Erazem Lueger. O Exército Austríaco, liderado por Casper Ravbar, Governador de Trieste, começou o cerco do local onde vivia o Barão,o Castelo Predjama, Castelo impressionante que foi considerado inexpugnável,devido ao seu dificil acesso...
  Não foi fácil acabar com a vida do Barão Erazem Lueger. O Castelo foi cercado durante o Inverno e na Primavera de 1484. A primeira coisa que o Exército Austríaco tentou fazer foi interceptar o fornecimento de alimentos para o Barão e os seus homens leais que não tiveram outra escolha se não deixar o seu refúgio. No entanto, Erazem,todos os dias,enviava aos soldados Austríacos todos os tipos de iguarias;peixe assado, cerejas frescas e legumes de todos os tipos. 
O exército de Frederico III desconhecia que o Castelo possuía um complexo sistema de tuneis que o ligavam com o exterior. Um vale fértil fornecia todos os tipos de legumes e frutas para o barão e para as gentes do Povo,a quem ele havia favorecido, estes enviavam os alimentos sem o Inimigo dar por isso.
 Esse Mundo Subterrâneo de 7.500 metros abaixo do Castelo, foi habitado desde o Paleolítico, portanto, Erazem foi apenas uma das muitas pessoas que beneficiaram deste sistema de Cavernas fascinante.
 
 Mas a Sorte do Barão terminou quando um dos seus servos, subornados pelo Exército Austríaco, decidiu traí-lo. Toda a astúcia de Erazem e a sua magnífica Fortaleza inexpugnável não o impediram acabar com sua vida de uma forma muito simples; o servo colocou uma bandeira onde o barão estava para que soldados atirassem uma enorme pedra por um canhão. A Lenda narra que o lugar onde havia menos proteção era o banheiro e estando nele,Erazem Lueger,foi alcançado e morto . Certamente um final pouco Heróico para o Famoso Barão!!

Sem comentários:

Enviar um comentário