segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Simón Bolívar Um dos Mais Carismáticos Personagens da America Latina...

Simón Bolívar, General e estadista Venezuelano foi um dos maiores vultos da História da América Latina, derrotou os Espanhóis, Conquistando a Independência para a Bolívia, a Colômbia, o Equador, o Peru e a Venezuela. Ficou conhecido como "El Libertador".

Infância e Formação;

Bolívar Nasceu em 24 de Julho de 1783, em Caracas, na Venezuela. Ainda Criança perdeu os Pais, que lhe deixaram uma grande Fortuna. Na Juventude viajou pela Europa e Casou-se com uma Jovem da Nobreza Espanhola, que Morreu menos de um ano após sua volta a Caracas. Bolívar regressou então à Europa, e em Roma fez a Promessa de Libertar a Venezuela.

Luta Pela Liberdade;

De volta à Venezuela, Bolívar juntou-se ao grupo de Patriotas que tomou Caracas em 1810 e proclamou a Independência em relação à Espanha. Viajou à Grã-Bretanha à procura de ajuda, mas só conseguiu uma promessa de neutralidade. No seu regresso à Venezuela, assumiu o Comando do Exército Patriota. Em 1813, retomou Caracas das mãos dos Espanhóis que haviam voltado a controlar a Venezuela após a Rendição de Francisco de Miranda. Bolívar tornou-se o Ditador do País.
Os Espanhóis forçaram Bolívar a recuar da Venezuela para Nova Granada (hoje Colômbia), também em Guerra com a Espanha. No comando de uma Força Colombiana, tomou Bogotá em 1814. Mas faltavam aos Patriotas Homens e munições, e novas derrotas levaram Bolívar a Fugir para a Jamaica. No Haiti, reuniu uma Força que Desembarcou na Venezuela em 1816 e tomou Angostura (hoje Ciudad Bolívar), onde se tornou Ditador.

Vitórias;

Bolívar Invadiu Nova Granada em 1819. Nesse Ano Derrotou os Espanhóis em Boyacá, libertando o território da Colômbia. Voltou então a Angostura e presidiu o Congresso que organizou a primeira República da Colômbia (hoje Equador, Colômbia, Panamá e Venezuela). Bolívar tornou-se o seu Primeiro Presidente em 17 de Dezembro de 1819.
Bolívar esmagou o Exército Espanhol em Carabobo, na Venezuela, em 24 de Junho de 1821. Em seguida Invadiu o Equador e acrescentou esse Território à nova República Colombiana. Em 1823, tornou-se Ditador do Peru.
Em 1824 o seu Exército Derrotou os Espanhóis em Ayacucho, pondo fim ao Poder Espanhol na América do Sul. Em 1825, parte do Peru tornou-se um Estado separado, com o nome de Bolívia, em homenagem a Bolívar. A Constituição que elaborou para a Bolívia é um de seus pronunciamentos Políticos mais importantes.
A esperança de Bolívar era formar uma União das novas Nações Sul-Americanas contra a Espanha e estabelecer relações estreitas entre essas Nações e os E.U.A. Mas assim não aconteceu; um a um, os estados retiraram-se da União Colombiana. Em 1828 Bolívar só Governava a actual Colômbia. Os sentimentos contra Bolívar fortaleceram-se. Ele escapou, por pouco, de ser Assassinado em Bogotá, e renunciou à residência da Colômbia em 1830.

Sem comentários:

Enviar um comentário