sexta-feira, 14 de março de 2014

A Biblioteca Joanina de Coimbra...

As Bibliotecas Guardiãs do Conhecimento,  sempre me fascinaram. São lugares onde se misturam Segredos e Historias,onde nos  perdemos na busca de um livro,ou na sua Leitura,deixando a Imaginação viajar.
Hoje,falo um pouco desta Maravilhosa Biblioteca do século XVIII situada nas dependências da Universidade de Coimbra, no Pátio da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.Representa o Estilo Rococó rococó, sendo Reconhecida com uma das mais Originais e Espectaculares Bibliotecas Barrocas Europeias.
A sua Construção iniciou-se no ano de 1717, no exterior do primitivo perímetro Islâmico, sobre o Antigo Cárcere do Paço Real, com o objectivo de Albergar a Biblioteca Universitária de Coimbra, e foi concluída em 1728.
O Mestre de Obras foi João Carvalho Ferreira. A Decoração pintada só foi realizada alguns anos mais tarde, já nas vésperas da Reforma Pombalina; os Frescos dos tectos e cimalhas foram executados por António Simões Ribeiro,Ppintor, e Vicente Nunes, Dourador.
O enorme Retrato do Rei é atribuído ao Italiano Domenico Duprà e a Pintura e douramento das Estantes foi Realizada por Manuel da Silva. O Mobiliário, em Madeiras Exóticas, Brasileiras e Orientais, foi executado pelo entalhador Francesco Gualdini.
Interiormente compõe-se de três salas que comunicam entre si através de Arcos idênticos ao Portal e integralmente revestidos de estantes, Decorados a motivos Chineses (na primeira sala em contraste ouro sobre fundo verde, na segunda, ouro sobre fundo vermelho e na última ouro sobre fundo negro).
A Biblioteca reúne mais de 200 mil volumes, 40 mil dos quais no andar nobre, o único, dos três pisos do edifício, aberto ao público. Aí se conservam os principais fundos de Livro Antigo (documentos até 1800).

Sem comentários:

Enviar um comentário