sexta-feira, 28 de março de 2014

A Sonda Cassini Encontrou Mares em Titã?

Não é surpresa que a região polar Norte de Titã seja coberta por vastos lagos e mares de metano líquido, essas feições foram capturadas muitas vezes pela Sonda Cassini durante os seus 10 anos em órbita ao redor de Saturno.
Repetidas imagens de radar têm mostrado que as suas superfícies são muito suaves. Nos últimos anos, os Cientistas quebraram a cabeça com essa anomalia, mas agora eles podem ter finalmente visto uma luz no fim do túnel, ou seja, a luz refletida daquilo que poderia ser na verdade, ondas em Titã.
Usando dados adquiridos durante os sobrevoos realizados em Titã em 2012 e 2013, o Cientista Planetário Jason Barnes, da Universidade de Idaho, e uma Equipa de Pesquisadores de algumas outras instituições incluindo, o JPL, Cornell, e o MIT, identificaram que possa existir ondas na superfície do "Punga Mare", um dos maiores lagos de Titã.

As variações em detalhes espetaculares de quatro pixels observados na superfície de Punga Mare pelo instrumento VIMS (Visible and Infrared Mapping Spectrometer) da Cassini têm sido interpretadas pela equipe como sendo resultado de ondas ou, talvez, ondulações, com uma altura estimada de 2 centímetros.

“Se a descoberta se confirmar, representará as primeiras ondas em superfície de mares conhecidas fora da Terra”, disse Jason W. Barnes.

Novamente, as ondas não são as únicas explicações. Variações especulares similares poderiam também ser causadas pela superfície molhada, como uma lama achatada de metano. Observações futuras serão necessárias para confirmar ou não,a  presença de ondas em Titã.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário