quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Os Servos Leais de Catarina de Aragão...

1969129_670813623036858_1752828265406992363_n
 
Em 23 de Março de 1534, o Parlamento Inglês aprovou ''O Ato de Sucessão”, que fazia com que a sucessão, recaísse nas mãos dos filhos nascidos do matrimonio entre Henrique VIII e a sua segunda esposa, Ana Bolena,apesar de que o próprio Papa, outrora havia declarado que a união do Soberano com a sua primeira esposa Espanhola, Catarina, era válida. Segundo dizia a Lei, todo súdito leal à Coroa, deveria prestar um juramento, reconhecendo tal posição. Logicamente, Catarina negou prestar tal juramento e o Monarca sabia muito bem, que naquele momento, deveria agir com inteligência e não pela força, já que o Sacro Imperador Romano, Carlos V, era sobrinho de Catarina e se  a sua tia recebesse algum tipo de tratamento indevido, ele poderia contra-atacar, com graves represálias.
Pouco depois, em 21 de Maio, o Rei enviou à casa de Catarina, uma delegação composta por Edward Lee, Arcebispo de York e Cuthbert Tunstall, Bispo de Durham. O papel dos emissários do Monarca, seria tentar persuadi-la para que assinasse o Ato de Sucessão e se caso negar-se fazê-lo, seria acometida de traição. Desdenhosamente, ela lhes disse que ela era Rainha da Inglaterra;

 “Por Lei, o Rei não pode ter outra esposa e deixemos que esta, seja a sua resposta”, proclamou Catarina com frieza e serenidade.

Lee e Tunstall, também voltaram a sua atenção aos servos de Catarina. Um a um, eles negaram aceitar a Lei. Dentro do grupo de servos, os Espanhóis ainda não haviam sido entrevistados ao final do primeiro dia de visita dos emissários. Mas antes de tomarem qualquer decisão, consultaram antes  a sua Senhora. No dia seguinte, concordaram que iam prestar o juramento, embora apenas na sua Língua Nativa. No entanto, os experientes servos de Catarina, aproveitaram-se da semelhança que existia entre alguns sons do Castelhano; que por um lado soam quase igual, mas por outro, escrevem-se de maneira muito diferente.
Assim,ao invés de jurar que Henrique ”seja feito (Sea Hecho)”chefe supremo da Igreja, eles disseram ”foi feito (Se Ha Hecho)”, ou seja, davam a entender que o mesmo Rei, ”auto-proclamou-se chefe da Igreja”.
Os Espanhóis, burlaram os Ingleses, a lealdade dos servos de Catarina, manteve-se firme até o final...
 

Sem comentários:

Enviar um comentário